MISSIONÁRIA

RESSURREIÇÃO DOS MORTOS


 
 
 
 
 
O discípulos do Senhor Jesus Cristo deve viver a vida cristã com a esperança e segurança da ressurreição para a vida eterna.

1 - A morte física revela o que aconteceu com a vida espiritual do homem devido ao pecado no mundo. Rm 6:23 afirma: "O salário do pecado é a morte" ( cf Gn 2:16,17 ). 1 Co 15:26 afirma : "O último inimigo a ser destruído é a morte". Assim, a morte é vista como inimigo. Mas, por fim este inimigo será destruído no lago de fogo( Ap 20:14).

2 - A Bíblia declara que todos os que morrerem, seja crente ou incrédulo, ressuscitarão . O Antigo Testamento afirma: Jo 19:25-27; Is 26:19; Dn 12:12; Os vs. 13:14; e a história de Isaque é uma figura da ressurreição - Gn 22:1-19 cf. Hb 11:17-19.

3 - Mas é nas páginas do Novo testamento que encontramos este ensino plenamente desenvolvido.

- O que Jesus ensina: Jo 5:21,28,29; 6:39,40,44,45; 11:23-26

- O que Paulo ensina: At 24: 14,15; 1 Co 15:1-58; etc.

- O que João ensina: Ap 20:4-6,13,14.

Os judeus criam na ressurreição geral dos mortos no último dia ( Jo 11:23,24 ), mas Jesus revelou algo novo, o que foi difícil até para os Seus discípulos compreenderem. Jesus trouxe nova revelação, a ressurreição "dentre os mortos". Isto inclui a Sua ressurreição e a ressurreição dos crentes ( assunto que trataremos posteriormente ).

Os discípulos só compreenderam a idéia da "ressurreição dentre os mortos" quando Jesus ressuscitou ( Mc 9:9-1) ).

A ressurreição dos mortos passou então a ser o tema central da pregação apostólica, tanto que Paulo chega a dizer: "E, se Cristo não ressuscitou é vã a nossa pregação e vã a nossa fé" ( 1 Co 15:14 ).

4 - Para onde vão os mortos ? Antes de falarmos sobre a " ordem da ressurreição" falaremos sobre o estágio intermediário dos mortos

a - Quando morremos, tanto a "alma" como o "espírito" deixam o corpo humano - Ec 12:17; Lc 8:54; Tg 2:26; Gn 35:18-19; 1 Rs 17:20-22; At 20:9,10. A diferença entre a alma e o espírito está em que a alma é componente da personalidade do homem relacionando com a vida terrestre do corpo, em contacto com o mundo ao seu redor. O espírito é componente que permite ao homem ter relacionamento com o mundo espiritual. Neste sentido podemos observar que a alma e o espírito, por mão serem matéria, são imortais e indestrutíveis ( ver Ec 3:11 ). Com isto não estamos afirmando que o homem por si próprio tenha a vida eterna com Deus. É o que veremos a seguir.

a - Para onde vão os que não crêem ? Os incrédulos vão para o "hades"( palavra grega ), o lugar dos mortos ( Lc 16:22,23 - Notar que a palavra no texto em português, traduzida por "infern", deveria ser "hades". É do "hades" que os incrédulos virão para o juízo eterno ( Ap 20:13 ). Neste texto a palavra "além" deve ser compreendida como "hades". O "hades" núnca é mencionado como o lugar dos crentes, depois da ressurreição de cristo.

  1. Para onde vão os crentes ? Os crentes da época anterior a ressurreição de Cristo iam para o "hades". Havia no "hades", dois lugares: o de tormentos ( para os incrédulos ) e o lugar chamado "seio de Abraão"( para os crentes ) - Lc 16:19-31 . Este quadro mudou quando Cristo triunfou sobre a cruz. Jesus libertou os crentes deste lugar.
  2. Ele "levou cativo o cativeiro", ou, como diz a outra versão "subindo ao alto, levou multidão de cativos "Ef 4:8. Eram os cativos da morte. O diabo tinha o poder da morte ( Hb 2:14);. Jesus tomou para si este poder sobre a morte ( Ap 1:18 ); agora Jesus tem o poder livrando os crentes da escravidão da morte.

Os crentes que morrem no Senhor, ou dormem, vão para onde se acha Jesus. Paulo fala de "partir e estar com Cristo" -Fp-1:23 comparar com Lc 23:43; Rm 8:38,39; 2 Co 5:8.

  1. A doutrina do purgatório ( lugar de purificação das almas) não tem base bíblica. A Bíblia só menciona ou "hades" ou "estar com o Senhor". E a opção é nossa. E a decisão é aqui enquanto vivemos . Basta crer em Cristo e no seu sangue purificador para possuirmos a eternidade - 1 Jo 1:7.
  2. A doutrina da comunicação com os mortos ( mediunidade e necromancia ) também não tem base bíblica, pelo contrário, a Bíblia taxativamente condena aqueles que tais coisas praticam ( Lv 19:31 ). Em seu ensino sobre o rico e o Lázaro, Jesus deixa claro que não há comunicação com os mortos ( Lc 16:27-31 ; Dt 18:9-12 ).
  3. A doutrina da reencarnação também não tem justificativa bíblica. A Bíblia é bem clara em dizer que "aos homens está ordenado morrerem uma só vez" ( Hb 9:27 ) . Não se morre para reencarnar outra vezes. Isto é repugnante aos ensinos bíblicos . É abominação, pois vai ao encontro a toda a obra de Cristo na cruz em nosso favor. Na mesma história do rico e do Lázaro vemos que não foi concedido o pedido de Lázaro ir até a casa do incrédulo e falar aos familiares deste sobre a salvação.

5- A ordem da ressurreição .Nosso Deus é um Deus de ordem. Jesus disse que há "ressurreição para a vida" e "ressurreição para o juízo" Jo 5: 28-29 .

a - "Ressurreição para a vida" - Ressurreição dos crentes. Esta é a "ressurreição dentre os mortos", Fp 3:11; 1 Pe 1:3. Os incrédulos ainda não ressuscitaram . Em Apocalipse é denominada de "a primeira ressurreição" ( 20:5 ). E este texto ainda afirma que os que têm parte nesta primeira ressurreição não estarão mais sujeitos à segunda morte . A ordem será:

- Jesus se manifesta, a trombeta soa ( 1 Co 15:52 )

- Os crentes mortos ressuscitarão primeiro

- Os crentes que estão vivos serão arrebatados ( 1 Ts 4:16,17; 1 Co 15:22,23,51,52

4 ) - Na nossa ressurreição estarão também os mártires por causa do testemunho de Jesus ( Ap 20:4 ). Faremos parte da " primeira ressurreição". ( Ap 20:4; 7:13,14 )

- Isso será antes do Milênio ( Ap 20:6 )

- Receberemos "o corpo espiritual" e "imortal" ( 1 Co 15:42,44,53,54; Jó 19:25-27; Rm 8:23; Fp 3:21 ).

b) - "Ressurreição para o juízo" - Ressurreição dos incrédulos. - Aqui compreende os "restantes dos mortos ", os incrédulos, que não participaram da primeira ressurreição. Isto ocorrerá em um certo período após a "ressurreição dos santos".

  1. - Será "juízo" porque não creram no Evangelho. - "Quem não crer será condenado" ( Mc 16:16 ; Jo 3:18 ).
  2. - Ressuscitarão depois do Milênio ( Ap 20:5,12 ) - Ver a expressão "mortos".
  3. - Em Ap 20 vemos a ressurreição para o juízo.

6 - Nós temos a segurança de vida eterna e a esperança da imortalidade somente por meio de Jesus Cristo.

Meios que nos asseguram a ressurreição dos mortos :

a - O próprio Cristo

Ele ressuscitou ( 1 Co 15:3,4 ) - Mediante Sua ressurreição, Ele garante a nossa ressurreição . "Por um homem ( Cristo ) veio a ressurreição dos veio a ressurreição dos mortos" ( 1 Co 15: 20,21 ).

b - Nossa fé nele garante nossa ressurreição . Jesus disse "Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá ; e todo o que vive e crê em mim, não morrerá eternamente. Crês isto?" ( Jo 11:25,26; Rm 10:9,10 )

c - O batismo cristão é fundamental na morte e ressurreição de Jesus Cristo. Por meio dele vivenciamos a realidade da ressurreição dentre os mortos. No batismo há um aspecto presente e futuro da ressurreição ( Rm 6:4,5 - no v. 4 temos aspecto presente, no v. 5 temos aspecto futuro; Cl 2:12 3:1.